X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
PUBLICIDADE

Não tem idade para ser DJ

Cada vez mais crianças e jovens se interessam pela música eletrônica e a DJ School BSB os ajuda nessa empreitada

Não tem idade para ser DJ
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Música alta, pessoas pulando, dançando ao som de uma batida frequente, onde é possível sentir o coração acelerado e os corpos se movem automaticamente. Para sentir isso tem alguém no comando, fazendo o som chegar a todos, e essa pessoa é o DJ (Disc Jockey).

Não tem idade para ser DJ

Bruno Soares - DJ Arlequim -

Diretor da Escola DJ School BSB aos 13 anos   

 

Bruno Soares – DJ Arlequim – Diretor da Escola DJ School BSB aos 13 anos
O DJ é o responsável por mixar e produzir as músicas para determinado público, utilizando-se de composições previamente gravadas e fazendo a mixagem entre elas para produzir um som composto de diferentes músicas e trilhas.

Alguns dos DJ mais famosos do mundo começaram cedo sua carreira. David Guetta, que já foi eleito o mais popular do mundo, em 2011, começou sua carreira aos 15 anos mixando em um Club em Paris. Tiësto já foi eleito melhor DJ do mundo por três vezes e começou a carreira em 1985, com apenas 16 anos.

Martin Garrix com 17 anos entrou para lista dos 100 DJs melhores do mundo. Os irmãos Dimitri Vegas & Like Mike, começaram a carreira com 25 e 22 anos, respectivamente, e já apresentaram em vários festivais como Tomorrowland, Carnival, Creamfields, Dream Valley e Mysteryland. Steve Aoki aos 20 anos fundou sua própria gravadora e atua como DJ e produtor.

Em Brasília, temos histórias parecidas. O diretor da escola DJ School BSB by Funk the System, Bruno Soares, se formou com 13 anos, em 1994, no curso de DJ que era produzido pela DM Records, já se apresentou nas principais cidades do Brasil e fez turnês pela Europa e Canadá com o coletivo de DJs Funk The System. Em 2003, fundou o Curso de DJ em Brasília.

Formando grandes talentos:

A vida de DJ começou cedo para eles e muitos jovens e crianças se interessam em aprender a arte da mixagem, seja como hobbie ou quem sabe seguir como profissão. Por isso a DJ School BSB oferece cursos de formação de DJ e de produção de música eletrônica. Os alunos podem ter aulas com DJs reconhecidos internacionalmente e aqueles que se destacam ainda recebem indicações para eventos. É possível ter aulas individuais, em grupo de três alunos, e também alugar o estúdio para treinos.

Rodrigo Soato, 14 anos, conta que estava navegando na internet e ficou sabendo sobre a DJ School, achou muito interessante e veio de Unaí para realizar o curso. “Eu já era DJ mas queria aprender mais para me tornar um profissional, pois é uma profissão que eu adoro”

                       Não tem idade para ser DJ                                                      Giovanna Dantas e o diretor da DJ School BSB, Bruno Soares 

Giovanna Dantas e o diretor da DJ School BSB, Bruno Soares
Giovanna Dantas, 11 anos, se formou no curso de DJ e conta: “Aprendi muitas coisas, dentre elas, baixar e selecionar as músicas, assim como quais os softwares deveria usar. Aprendi a ter um ouvido mais apurado e sintonizado. Aprendi usar a controladora, CDJ, toca disco e demais equipamentos. Aprendi a dar o melhor de mim e ser uma excelente DJ”.

A mãe, Fernanda Dantas, 42 anos, enfatiza a mudança da filha após começar o curso: “A Giovanna ficou bem mais motivada após início do curso. Todos os dias acordava super empolgada para as aulas. Observei também que ela ficou mais concentrada e menos ansiosa. Os olhinhos ficavam brilhando quando estava no estúdio aprendendo. Me lembro até do sorriso que ela deu quando viu um toca discos pela primeira vez. Nunca a vi tão feliz quanto nos dias do curso. Tenho certeza que foi uma ótima escolha que fizemos, pois hoje mesmo ela ainda sendo uma criança, já tem a consciência de que tem uma profissão que ama e que a faz feliz”.

                                      Não tem idade para ser DJ 

Igor Polovanick, aos 7 anos já se interessava pelas pickups 

 

Igor Polovanick, aos 7 anos já se interessava pelas pickups
Igor Polovanick (foto destaque), 12 anos, foi quem deu a ideia de começar o curso. Sua mãe, Carolina Polovanick conta que em casa a preferência é pelo rock, que o gosto por música eletrônica veio do próprio Igor e que houve algumas mudanças no comportamento após ele começar o curso: “O que mudou no comportamento foi que ele ficou ainda mais empolgado com a música, criando mais e utilizando as técnicas que o Bruno (professor e diretor da DJ School BSB) ensinou”, explica Carolina.

Igor enfatiza que o método utilizado na escola auxilia quem deseja seguir carreira como DJ. “Além do curso ser muito bom e a escola DJ School BSB ter os melhores métodos de ensino que eu conheço, você pode aprender para seguir carreira profissional (como eu desejo), ou apenas para saber como manipular os equipamentos, e tornar isso um hobbie”.

                            Não tem idade para ser DJ                                                                              O pai e filho (Vinicius) se formando no

                                           curso de produção de música eletrônica

 

O pai e filho (Vinicius) se formando no curso de produção de música eletrônica
Vinícius Souza, 14 anos, se formou no curso de Produção de Música Eletrônica e fala sobre as aulas: “Foram aulas que ajudaram muito em aprender como o software funciona e sobre técnicas. As aulas eram longas e bem completas. O curso juntou o conhecimento que se demora pra aprender na internet. O professor foi muito bom e o material que eles entregam no final do curso ajuda a relembrar tudo que foi ensinado”.

Ananda Dounis Ribeiro, 16 anos, também diz que aprendeu muitas coisas e que deseja seguir na carreira. “Trabalhar com música de modo geral é uma vontade muito grande minha há um tempo, e agora eu tô indo atrás desse sonho pra um dia eu chegar lá”, explica. Sua mãe, Sumaya Dounis, conta a vontade de proporcionar essa experiência para a filha: “Queria proporcionar a ela essa experiência de fazer algo que quer muito, de que gosta e não é mais uma obrigação entre outras tantas. Ela se preocupa muito com isso e com o futuro. Queria muito que ela pudesse perceber que pode realizar algo que gosta e a apoio se quiser trabalhar com isso”.

Não tem idade para ser DJ

Andrei Alencar vem se apresentando frequentemente com o diretor do curso, Bruno
Andrei Farias Alencar, 15 anos, conta que desde os  5 anos já estudava música e também se dedica a tocar piano. “Por volta dos meus 13 anos  minha paixão por festivais de música eletrônica aumentou e desde então meu sonho é tocar em grandes festivais como ULTRA, Tomorrowland, e outros pelo mundo inteiro. Acredito que DJ/produtor musical seja mais que uma profissão, pois além de ser muito trabalhoso, técnico e incomum para as pessoas de hoje, é um lugar onde poucos conseguiram chegar. Mesmo assim tenho a convicção que um dia estarei no topo!”

A mãe, Ana Paula Farias, fala que “A imersão no mundo da música aumentou e a vontade de fazer uma faculdade para entender ainda mais o processo de criação musical está sendo construída (Andrei está na 1ª série do ensino médio). A dedicação à criação, tendo o piano como referência, ficou mais evidente. Bach, Beethoven, Mozart e Tchaikovsky terão que tirar umas férias…”
 
 
SERVIÇO:
DJ School BSB by Funk the System

Endereço: SRTVS, 701, Ed. Palácio do Rádio II – CEP: 70340-902

http://djschoolbsb.com.br

Telefone: (61) 9.9234.9566

E-mail: djschoolbsb@gmail.com

facebook: /djschoolbsb

Instagram: @funkthesystemdjs

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Não tem idade para ser DJ

Enviando Comentário Fechar :/
PUBLICIDADE