X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
PUBLICIDADE

Momo: Especialista alerta para os riscos da internet

Em vídeos infantis, personagem aparece ensinando como cometer suicídio

Momo: Especialista alerta para os riscos da internet
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

A internet é sem dúvida uma das maiores e mais importantes ferramentas da vida cotidiana. Com os novos tempos e a evolução da tecnologia, mudamos nossa rotina e também a forma com que encaramos o mundo. Seja para se comunicar com amigos, familiares, fazer pesquisas ou apenas para entreter, a era cibernética é parte dos nossos dias e é fato que ela é essencial para a vida moderna, porém pais devem ficar de olho em conteúdos do YouTube  consumido pelos filhos. No último fim de semana, a Momo, personagem macabra, aparece do nada em vídeos infantis, ensinando crianças a cortarem os pulsos.

As crianças, por estarem ainda estruturando sua formação, são mais suscetíveis a traumas e problemas psicológicos causados por este tipo de conteúdo. Para a psicóloga Lia Clerot, a palavra de ordem é prudência. "Os pais precisam estar atentos a todo tipo de conteúdo consumido pelas crianças. Outra coisa é não confiar nos filtros. É sempre importante monitorar e supervisionar o que os filhos estão assistindo", alerta.  Ela também lembra que houve relatos sobre mais vídeos que, teoricamente, seriam infantis, mas com conteúdos adultos. Entre eles, o da Peppa Pig.

Segundo a psicóloga é importante estar sempre por perto quando os pequenos estiverem no celular "Pergunte o que ela está assistindo, como é o desenho, se pode assistir junto. Sempre converse, monitore e esteja por perto". Além disso, para a especialista, crianças não devem ter privacidade, senhas e também não é recomendado dormir com eletrônicos no quarto, como celulares e tablets.

Mas, se a criança, sem querer, tiver contato com conteúdos como o Momo, Lia aconselha que os pais expliquem que existem pessoas responsável pela criação da boneca e que é apenas uma personagem, uma ficção, ou seja, não existe. "Porém, se houver qualquer alteração no comportamento, é necessário buscar ajuda profissional". Para o tratamento, são indicadas sessões de psicoterapia e em casos extremos o uso de medicação controlada.


 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Momo: Especialista alerta para os riscos da internet

Já temos 4 comentário(s). DEIXE O SEU :)
gianna testa

gianna testa

Não concordo com casos extremos, os pais ficam sofrendo dias e até meses e o uso de medicação pode sim ajudar muito...se ha algum sinal de quadro mais grave ou algo que podera se perpetuar o psiquiatra é capaz de dar este diagnostico. Sempre trabalho com psicologos, principalmente no caso de crianças, mas é desastroso o tanto que os pais demoram para procurara ajuda, e com aval dos terapeutas
★★★★★DIA 20.03.19 22h28RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Nubia Paula

Nubia Paula

Vejam que temos na sociedade pessoas ocupadas com isso, que tentam seduzir o meu, o seu filho e tantas outras crianças e jovens.
Precisamos fazer nossa parte e nos preocupar com os outros sim, pois nossos filhos correm o risco de serem atores ou vítimas de uma tragédia.
★★★★★DIA 19.03.19 20h55RESPONDER
Marcos Romeu
Enviando Comentário Fechar :/
Marcos Romeu

Marcos Romeu

Aqui o drama foi restabelecer a confiança da minha filha.
Ela ficou muito medrosa dentro de casa.
★★★★★DIA 20.03.19 10h30RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Marcos Romeu

Marcos Romeu

Aqui em casa foram dois meses de terror. Tarsila, super independente e corajosa passou a ter medo da própria sombra. A gente não sabia mais o que fazer. Ela tinha crises de pânico pelo simples fato de estar sozinha no banheiro ou de ter que buscar alguma coisa na cozinha. Tudo era motivo para falar que estava com medo.
★★★★★DIA 19.03.19 20h38RESPONDER
Nubia Paula
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/
PUBLICIDADE