X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
PUBLICIDADE

Mamografia é o principal aliado para o combate ao câncer de mama

Campanha da Rede D'Or São Luiz alerta para os mitos sobre o exame

Mamografia é o principal aliado para o combate ao câncer de mama
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter


No mês da conscientização sobre o câncer de mama, a Rede D'Or São Luiz destaca a importância da mamografia para o diagnóstico precoce da doença. Criada no início da década de 90 e presente no Brasil desde 2002, a campanha Outubro Rosa vem desempenhando um importante papel na disseminação da informação sobre o segundo tumor mais frequente no mundo e o que tem maior incidência nas mulheres, havendo a estimativa de, somente no Brasil, 60.000 novos casos por ano. Entretanto, a oncologista da Oncologia D'Or Janyara Teixeira alerta que, por mais contraditório que pareça, a mamografia sofre preconceito das próprias mulheres.

"O medo de se deparar com um diagnóstico de câncer faz com que as mulheres não queiram procurar por uma doença que ainda não se manifestou. Elas criam uma falsa expectativa de que a doença não vai se manifestar se não for ao médico ou realizar os exames preventivos. Algumas mulheres fogem do exame alegando que provoca dor e a expõe a radiação, porém sabemos que o exame é seguro, suportável e o único que trouxe impacto no aumento da sobrevida global nas pacientes com diagnóstico precoce pelo método ", relata Janyara.

O resultado é que há casos em que mulheres acabam recorrendo ao exame somente quando percebem algum sintoma, o que normalmente indica que a doença está em um estado avançado, com sérios riscos à saúde. Justamente para combater esses mitos que prejudicam o diagnóstico precoce da doença, é que a Rede D'Or São Luiz está mobilizando todo o Grupo (Hospitais, Oncologia D'Or, IDOR e a Consultoria D'Or) em prol da campanha "O Risco é Certo. O Câncer Não". O objetivo é conscientizar que toda mulher pode apresentar o risco de desenvolver o câncer de mama, mas a realização da mamografia permite diagnosticar o tumor precocemente, aumentando as chances de cura. "É justamente o rastreamento que permite o diagnóstico precoce. Quando a doença é diagnosticada em estágio inicial a chance de cura chega a 95%", destaca Janyara.

A oncologista alerta que outro erro que as mulheres ainda cometem é confiar que o autoexame é suficiente para o rastreamento do câncer. Quando se consegue detectar o caroço com o toque, isso significa que a doença já não está em uma fase inicial. O autoexame pode levar mulheres à falsa sensação de estarem saudáveis quando o tumor já existe, mas não é possível sentir pelo toque. "Na maioria dos casos, a mamografia associada a ultra-sonografia mamária são os exames mais indicados para detectar precocemente a presença de lesões suspeitas nas mamas", afirma Janyara. Ela ainda explica que apenas com a realização de uma biópsia há a certeza de que a lesão é maligna ou não.

Janyara observa que, segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), a orientação é para que as mulheres, a partir dos 40 anos, realizem anualmente o exame. Também é preciso estar atento aos hábitos que auxiliam na prevenção da doença. Alimentação saudável, atividade física e controle do peso corporal podem cooperar para evitar 28% dos casos de câncer de mama. "Consumo moderado ou acentuado de álcool, uso de contraceptivos orais e reposição hormonal por tempo prolongado, excesso de peso e o sedentarismo são fatores que aumentam o risco da doença acontecer ", explica a oncologista.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Mamografia é o principal aliado para o combate ao câncer de mama

Enviando Comentário Fechar :/
PUBLICIDADE